terça-feira, 26 de março de 2013

Crime e Obsessão

Quando era moleque, na minha época de "nerd em potencial" (e apenas isso), saberia dizer quais eram, tipo, meus dez filmes favoritos. Quando tinha dezesseis anos, acho que alguns que entrariam nessa lista seriam Os Doze Macacos, Os Suspeitos, Beleza Americana, Dirty Dancing (esse, por motivos pessoais), A Bruxa de Blair e Perfume de Mulher. Bom, o tempo passou e realmente alguns desses filmes aí continuam a figurar entre os meus preferidos, mas hoje não sou mais tãããão moleque e perdi muito do meu nerdismo dos dias da juventude (argh!). Porrrrrtanto, não consigo mais fazer essas listas de dez melhores coisas disso, daquilo ou daquilo outro. Estou velho demais, embora às vezes seja uma coisa divertida de fazer.
Mesmo assim, Fogo Contra Fogo entraria fácil nessa lista. Fácil, fácil, fácil. Às vezes, até acho que seja meu filme favorito entre todos, mas mesmo isso não é uma certeza.
Embora sequer tenha sido indicado a Oscar em nenhuma categoria (uma p*¨&¨%¨& de uma injustiça), Fogo Contra Fogo (Heat, no original) se equipara aos premiados O Poderoso Chefão, Os Bons Companheiros e Os Infiltrados, só pra citar alguns desses filmes relacionados a crime. Na verdade, até gosto mais desse do que clássicos como Os Intocáveis ou Scarface, por exemplo.
Dirigido com competência por Michael Mann (de O Informante), o principal atrativo desse filme é a dupla de protagonistas, de longe (mas muito longe!) meus dois atores favoritos: Al Pacino faz o tenente da polícia de Los Angeles, Vincent Hanna. Robert de Niro faz o ladrão, Neil McCauley.
Outro aspecto que torna a esta "épica saga de crime e obsessão" interessante é o fato de que não se trata exatamente da batalha de mocinho versus bandido, e sim de dois homens que, por pura obra do destino, estão de lados opostos da lei. Mas são ambos os melhores em suas áreas de atuação.
Na antológica cena em que ambos se encontram para tomar um café (já postei essa cena anteriormente) é possível ver que eles são duas forças opostas, mas equivalentes. E enquanto a vida pessoal de um começa a melhorar, a do outro está descendo morro abaixo. Aliás, esse é um dos aspectos decisivos no final do filme.
Embora Pacino e De Niro tenham protagonizado juntos a segunda parte da trilogia de O Poderoso Chefão, Fogo Contra Fogo foi o primeiro em que contracenaram juntos, já que no filme de 1974 a cronologia da história impedia que os personagens aparecessem juntos.
Também participam do filme Val Kilmer, uma novinha Natalie Portman e Jon Voight.

Fogo Contra Fogo (1995) - trailer

Nenhum comentário: